Núcleo de Saúde será inaugurado nesta sexta Imprimir
Qui, 04 de Dezembro de 2014 12:56

 

A nova unidade absorverá uma demanda de encaminhamentos de todas a rede municipal e também passará a atender alguns casos atualmente encaminhados para outros serviços como o pronto atendimento e unidades básicas.

 

O trabalho das equipes será iniciado com um levantamento de demandas na rede municipal. “Será feito em conjunto por profissionais da universidade e da rede municipal em todas as unidades da rede para o reconhecimento das demandas”, frisou. Os primeiros atendimentos já serão iniciados, mas o levantamento será realizado para que a partir de fevereiro, com o início do período letivo na universidade e quando as agendas passam a ser regularmente atendidas, o serviço já tenha um reconhecimento do perfil das demandas.

 

O convênio para a criação do Núcleo foi assinado em julho deste ano ampliando uma parceria já existente entre a Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria da Saúde e a Uniso. Essa parceria já estava em vigência por meio de programas, ações e eventos especialmente na área da saúde, mas passa a contar com um espaço próprio para o desenvolvimento das atividades e o atendimento da população.

 

Durante a assinatura do convênio, o reitor da Uniso, Fernando de Sá Del Fiol, salientou que a unidade centralizará os atendimentos favorecendo que “a universidade possa oferecer o que tem de melhor, que é o conhecimento, por meio de serviços à população. A atividade de extensão possibilita que o potencial educacional e de pesquisa da instituição universitária chegue diretamente à população”, definiu. O pró-reitor Rogério Profeta acrescentou que estas atividades proporcionam o cumprimento da missão principal da universidade comunitária.

 

Na ocasião, o reitor adiantou que, com a parceria, será desativado o núcleo de atendimentos que funciona na Cidade Universitária, para onde já são encaminhados pacientes de Votorantim. Entre os benefícios dessa parceria, além da maior capacidade de atendimentos, foi destacada, por exemplo, a questão da mobilidade, sem a necessidade dos pacientes se deslocarem até a Cidade Universitária.