Início Votorantim atinge meta, mas ainda disponibiliza vacina contra o HPV        Votorantim, 15 de agosto de 2020  -   13:29:25                                 
Votorantim atinge meta, mas ainda disponibiliza vacina contra o HPV PDF Imprimir E-mail
Qui, 08 de Maio de 2014 11:49

 

 

Meninas com idade entre 11 e 13 anos que ainda não receberam a vacina contra o HPV podem ser levadas a uma das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Votorantim para se proteger. A cidade já superou a meta de imunizar pelo menos 80% das meninas que estão na faixa etária indicativa mas as doses disponíveis continuam nas unidades de saúde para o atendimento da demanda que esteja dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

 

Até o início da semana, mais de 2.400 meninas haviam sido vacinadas, número que corresponde a 81% das cerca de 2.970 estimadas no grupo. Para receberem a primeira dose da vacina, as jovens devem estar acompanhadas de um responsável e preferencialmente devem levar a carteira de vacinação.

 

O HPV (Papiloma Vírus Humano) está relacionado a 90% dos casos de câncer de útero. A Secretaria da Saúde faz um apelo para que os pais levem suas filhas nesta fase da vida para que estejam protegidas no futuro. “É muito importante que elas já estejam vacinadas antes da adolescência e da vida adulta quando o risco de contaminação aumenta”, frisou a diretora da Saúde Coletiva, Kátia Regina de Oliveira.

 

A imunização contra o HPV é composta por três doses da vacina e o esquema estabelecido pelo Ministério da Saúde é que a segunda dose seja aplicada em setembro e a terceira e última após cinco anos. A aplicação da primeira dose será mantida em Votorantim até atingir, pelo menos, 2.970 meninas.