Início Parceria entre Saúde e Universidade leva prevenção para escolas        Votorantim, 12 de agosto de 2020  -   15:25:18                                 
Parceria entre Saúde e Universidade leva prevenção para escolas PDF Imprimir E-mail
Qua, 16 de Abril de 2014 10:25

 

O Dia da Prevenção em Saúde Bucal alterou a rotina de escolas municipais de Votorantim esta semana. A partir de uma parceria firmada entre a Prefeitura, por meio da Secretaria da Saúde, e a Universidade Paulista (Unip) de Sorocaba, mais de 120 estudantes de Odontologia estiveram envolvidos em dois dias de atividades. Para as crianças, as visitas foram cheias de orientações sobre como cuidar da própria boca, além de proporcionarem momentos de diversão, cuidado e afeto.

 

Para atingir o objetivo de ensinar e estimular hábitos saudáveis e garantir a atenção dos pequenos, os futuros dentistas prepararam surpresas e músicas. Vestidos como personagens de filmes e contos infantis, como Emília e Visconde de Sabugosa, do Sítio do Pica-pau-amarelo, Jack Sparow, do filme Piratas do Caribe, Woody, de Toy Story e Branca de Neve, os alunos de odontologia enfrentaram o desafio de se relacionar com as crianças, ensinar e aprender com elas.

 

Fadas dos Dentes também se misturavam entre os grupos para responder às dúvidas das crianças e ensinar refrões animados sobre como manter o “dentão bonitão”. “Esse é o tipo de parceria em que todos estão aprendendo e ganhando. Quando nosso aluno vivencia essa experiência está tendo contato com a realidade que vai encontrar aqui fora”, resumiu o professor responsável pela atividade Carlos Ribeiro Pizante, titular das disciplinas de Epidemiologia e Prevenção no curso de Odonto da Unip.

 

Este é o segundo ano de parceria entre a Saúde de Votorantim e a Unip, conta o coordenador de Odontologia da Prefeitura, Fernando de Paula Souza. Em 2013, houve Dia da Prevenção na Escola “João Ferreira da Silva”, no Itapeva e alunos da Escola “Edith Maganini”, do Vossoroca, estiveram na Universidade participando da 15ª Jornada de Odontologia. “Estamos muito satisfeitos em trabalhar em conjunto especialmente por atuar com as crianças, na formação em uma etapa tão importante para a saúde bucal”.

 

Escovar, limpar, cuidar

 

Na segunda-feira as ações foram realizadas na Escola “Prof. Dides Crispim de Almeida Antônio”, na Vila Garcia, e nesta terça-feira (15) foi a vez da Escola “Profª Mercedes Santucci”, no Jardim Novo Mundo. Todos os alunos do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental participaram de atividades coletivas e oficinas em grupo que também tiveram teatro, exibição de vídeo e técnicas de escovação. “Não sabia que tinha que escovar a língua também”, surpreendeu-se Gabriel Figueiredo, de 10 anos.

 

Já Kauani Vitória Pereira dos Santos, de 10 anos, contou que já teve cáries e dor de dente, mas não sabia usar o fio dental. “Agora que elas me ensinaram, tem que enrolar na ponta dos dedos e passar bem direitinho no meio de todos os dentes”, arriscava a ensinar a aluna do quinto ano. Cursando o terceiro semestre na faculdade, Isabela Raíssa Ferreira, de 18 anos, fez parte da equipe que orientou sobre escovação, garante que aprendeu com as crianças e teve certeza da escolha pela profissão. “Esse contato é muito bom para vermos a realidade deles, os desafios e responsabilidades que temos para falar de prevenção e tentar ajudá-los”, disse.

Já estão ajudando muito”, sentenciou a professora Celina Santos Moura do quinto ano. Com 23 anos de magistério ela não só aprovou como participou das oficinas com os estudantes da Unip. “Estamos em uma região carente, essa experiência para os nossos alunos é muito importante e para os futuros dentistas também porque aqui eles estão vendo uma situação diferente da que conhecem. Precisam saber que existe criança que nem tem escova e ainda cresce em uma cultura de que se o dente estraga tem que arrancar”, explicou a professora que é mãe de dois filhos, de 16 e 5 anos de idade, que nunca tiveram cáries.